quinta-feira, 24 de março de 2011

Christian Dior

 “[...]Quero construir meus vestidos, moldá-los sobre as curvas do corpo. A própria mulher definirá o contorno e o estilo." Christian Dior

Nome: Christian Dior
Conhecido como: Christian Dior
Nacionalidade: Francesa
Nascimento: 21 de janeiro de 1905
Morte: 23 de outubro de 1957
Ocupação: Estilista de alta costura
Veja o site oficial da Dior: http://www.dior.com/



    Dior foi um dos estilistas mais influentes dos anos 40 e 50, mas até os dias de hoje suas criações ditam a moda mundial. Pretendia ser artista plástico. Foi mandado para Paris, para estudar Relações Internacionais, uma vez que seu pai queria que ele seguisse a carreira diplomática e que pudesse administrar os negócios da família. Lá, o jovem não se adaptou à profissão escolhida pelo pai e foi se infiltrando cada vez mais no ramo das artes. Começou a freqüentar ateliês de pintura e de desenho; mas foi a sua habilidade para desenhar roupas que lhe conferiu destaque e fama.
    Em 1947, Christian Dior apresentou sua primeira coleção, batizada de "New Look”, assim chamada pois era composto por saias amplas, quase até os tornozelos, cinturas bem marcadas e ombros naturais. Era a volta da mulher feminina e elegante. O "tailleur Bar" foi o modelo símbolo dessa nova geração: um casaquinho de seda bege acinturado, ombros naturais e ampla saia preta plissada. Para completar o figurino, as luvas, sapatos de saltos altos e chapéu eram indispensáveis.




"tailleur Bar"

segunda-feira, 21 de março de 2011

Giorgio Armani

“O objetivo que persigo é que as pessoas refinem seu estilo através de minhas roupas sem se tornarem vítimas da moda.” Armani


Nome: Giorgio Armani
Conhecido como: Giorgio Armani
Nacionalidade: Italiana
Nascimento: 11 de julho de 1934
Ocupação: Estilista fundador da Armani S.p.A
Veja o site do Armani: http://www.armani.com/

Giorgio Armani é um dos mais conceituados estilistas italianos. É hoje em dia o designer de moda independente mais bem sucedido do mundo, com uma fortuna pessoal de mais de 4 bilhões de euros.
Giorgio Armani estabeleceu um novo padrão na moda feminina. Insipirou sua linha feminina em trajes comumente masculinos, no entanto, desenvolvendo acabamentos, tecidos e corte que privilegiavam as formas femininas.
Suas produções são dividas em diversas linhas:
  • Armani Casa
  • Armani Alta Moda
  • Emporio Armani (público jovem)
  • A/X Armani Exchange (moda básica)
  • Armani Neve (linha esportiva, inverno)
  • Armani Golf (linha esportiva) 

Coleção Primavera - Verão 2010/11



Coleção Primavera - Verão 2010/11


quinta-feira, 17 de março de 2011

Givenchy

"Para os que se preocupam com qualidade, o prestígio é a coisa mais importante. Acredito sempre na alta-costura e desejo que ela dure até o fim da minha carreira. Sempre a defendi, com a perfeição que ela implica. Não há duas maneiras de se exercer a profissão. Sucesso não é prestígio. O sucesso é passageiro, o prestígio é outro assunto. Ele persiste depois da gente. É preciso trabalhar para não ter trabalhado em vão."  Hubert de Givenchy

Nome: Hubert de Givenchy
Conhecido como: Givenchy
Nacionalidade: Francesa
Nascimento: 21 de fevereiro de 1927
Ocupação: Estilista de alta costura aposentado desde 1995


     A extrema elegância sempre foi a principal marca das criações clássicas de Hubert de Givenchy, um francês reconhecido mundialmente por seu trabalho coerente e requintado.
    Ao contrário do que sua família desejava, Givenchy não se tornou advogado, tendo cursado a Escola de Belas Artes, em Paris. Chegou a trabalhar com Jacques Fath, Robert Piguet, Lucien Lelong, Christian Dior e Elsa Schiaparelli. 
    Em 1952 ele apresentou sua primeira coleção de alta-costura, que ficou marcada pela blusa de babados nas mangas (batizada de Bettina).
    Foi em 1953 que Givenchy conheceu aquela que viria a ser sua musa inspiradora, a atriz Audrey Hepburn. E nesse mesmo ano, encontrou o estilista espanhol Cristóbal Balenciaga, que foi o seu grande mestre.
    Em 1957, lançou o seu primeiro perfume, o feminino “Le De” que, atualmente só é encontrado em Paris e, também, nesse ano criou o perfume "L'Interdit", em homenagem a Audrey Hepburn.
    Em 1981, os perfumes da marca passaram para o controle da Veuve Cliquot Champagne e, em 1988, a Givenchy Couture foi vendida para a LVMH (Moet Henessy Louis Vuitton), que é hoje o maior grupo de comércio de marcas de luxo.
    Givenchy deixou as passarelas em 1995, quando realizou seu último desfile. 

Audrey Hepburn em uma das criações de
   Givenchy, a qual usou em um filme 

Bonequinha de Luxo – o marco do “pretinho básico”

"A beleza de uma mulher não está nas roupas que ela veste, nem no corpo que ela carrega, ou na forma como penteia o cabelo. A beleza de uma mulher deve ser vista nos seus olhos, porque esta é a porta para seu coração, o lugar onde o amor reside." Audrey Hepburn
    Com muita elegância e beleza,  a atriz Audrey Hepburn é, até os dias de hoje, um  ícone  do cinema dos anos 60 que,  passou os modelitos que usava nas telas para a vida real. Foi com ela que o “pretinho básico” tornou-se um item essencial no guarda-roupa da mulher.
    No filme “Bonequinha de Luxo”,  ela imortalizou o vestido preto que usou no filme , criado por Coco Chanel; porém, como foi lançado nas vésperas da Segunda Guerra Mundial, passou despercebido pelas mulheres da época:


    Hepburn ensinou ao mundo da moda que menos é mais, que as mulheres devem conhecer seus pontos fortes e fracos e que elegância não tem a ver com dinheiro, mas sim com atitude.  Ela chamou atenção de Givenchy, um estilista famoso da época que, vestiu-a em quase todos os filmes que atuou; foi ele quem criou o vestido que ela usou no filme "Bonequinha de Luxo".
    O vestido clássico foi leiloado num valor entre R$ 200.000,00 e R$ 300.000,00, em nome da organização beneficente City os Joy Aid, que ajuda crianças desprivilegiadas na Índia.


Audrey Hepburn no "pretinho básico" criado por Givenchy

terça-feira, 15 de março de 2011

Simplesmente Valentino

Uma talvez das principais razões que tornou Valentino um dos estilistas mais famosos da atualidade foi sua fidelidade ao lema
“Eu sempre quis deixar as mulheres bonitas”.

Nome: Valentino Clemente Ludovico Garavani
Conhecido como: Valentino
Nacionalidade: Italiana
Nascimento: 11 de maio de 1932
Ocupação: Estilista de alta costura aposentado


Valentino

Poucas pessoas conseguiram a celebração usando um nome só, no mundo da moda um desses nomes é Valentino. Mesmo com o sobrenome Garavini em domínio público, seu primeiro nome foi o título da sua história na moda.

Mestre da alta costura vestiu, em seus 45 anos de carreira, celebridades como Audrey Hepburn e Sophia Loren. Além disso, assinou o vestido de casamento do ícone fashion Jackie Kennedy com Aristóteles Onassis.

O estilo de Valentino sempre esteve conectado à idéia de uma mulher sensual e ao mesmo tempo elegante. O italiano, que se formou na Escola de Belas Artes e na Câmara Sindical da Costura Parisiense, vislumbrava em suas criações a valorização dos traços do corpo feminino.
Reconhecido mundialmente por suas peças impecáveis, o estilista Valentino, de 75 anos, apresentou em janeiro  de 2008 sua última coleção de alta costura. O desfile foi em Paris e finalizou seu ciclo no mercado da moda. Veja abaixo algumas de suas obras em seu desfile de despedida.




sábado, 12 de março de 2011

Chanel Nº 5

Channel nº 5 é uma marca de perfume, constituindo-se no mais importante e conhecido perfume da Chanel, líder de vendas em todo o mundo.
Foi o primeiro perfume da Maison Chanel, tendo sido lançado em 5 de maio de 1921. Coco Chanel pretendia criar um perfume de aroma inimitável, em suas palavras "um perfume com cheiro de mulher". Seu nome se deu por ser o quinto aroma a ser produzido.
Foi Marilyn Monroe quem tornou o perfume um sucesso. Ao ser entrevistada, perguntaram o que vestia para dormir. Marilyn respondeu: “Apenas algumas gotas de Chanel nº 5″.

Coco Chanel

 "Eu criei um estilo para um mundo inteiro.
Vê-se em todas as lojas "estilo Chanel". Não há nada que se assemelhe. Sou escrava do meu estilo. Um estilo não sai da moda; Chanel não sai da moda." Coco Chanel

Nome original: Gabrielle Bonheur
Conhecida como: Coco Chanel
Nacionalidade: Francesa
Nascimento: 19 de agosto de 1883
Morte: 10 de janeiro de 1971 (87 anos)
Ocupação: Estilista de moda fundadora da Chanel S.A.
Veja o site oficial da Chanel: http://www.chanel.com/

Coco Chanel foi uma revolucionária, estava tanto à frente de seu tempo quanto a frente de si mesma. Ela é considerada uma das maiores estilistas da Europa, especializada em peças de luxo e perfumes refinados .Se você observar trabalhos de estilistas contemporâneos verá que muitas de suas estratégias ecoam o que Chanel já fez. Ela misturou o vocabulário de roupas femininas e masculinas criando uma moda transcendente. Sua marca foi fundada em 1909 tornou- se um grande império, que inclui bolsas, sapatos, jóias, acessórios e perfumes.

   Coco Chanel era uma mulher de um estilo muito característico. Usava o cabelo curto, como o dos homens, e foram muitas as mulheres que naquela época optariam por seguir esta nova vaga que a criadora havia instalado.

Suas criações:

Seda azul: aboliu o uso de corpetes e introduzindo uma moda feminina elegante, mas casual, como este vestido de festa em seda azul, feito entre 1927 e 1928.


Pretinho básico: nos anos 1920, ela produziu sua marca registrada, o pretinho básico, que passou a ser uma referência de moda para mulheres no mundo todo.


-os tailleurs criados por Chanel também viraram ícones - com seu corte fino, sem gola e cores contrastantes.
Broches de camélia: Chanel lançou moda de usar grandes jóias, desenhando e criando uma série de adereços inspirados no movimento Art Deco dos anos 1930, como os broches de camélia ao lado. 

Alta Costura

Vestido Chanel – Alta costura

Conceito
         A alta costura é um trabalho artesanal, que realiza a fabricação de peças únicas e extremamente elaboradas. Para ser considerada uma roupa de “alta costura”, é preciso constar na restrita lista de profissionais estabelecida e regida, desde 1868, pela Câmara Sindical da Alta Costura (Chambre Syndical de la Haute Couture - Paris), além de seguir algumas regras como: empregar no mínimo 15 pessoas nos ateliês e apresentar à imprensa uma nova coleção a cada estação, pelo menos 35 modelos para noite e dia.
História
          Provavelmente 1858, seja o ano do nascimento da Alta Costura e da moda. A data marcou o início da produção do costureiro inglês Charles Frederick Worth (é isso mesmo, ele não era francês), considerado o primeiro estilista do mundo porque ao invés de executar vestidos sob os modelos que aristocratas e burguesas queriam, era ele mesmo quem criava as roupas em seu próprio ateliê em Paris, na Rue de la Paix.
Em 1868, percebendo o potencial da moda francesa, criou-se em Paris a famosa Câmara Sindical da Alta Costura, que um século mais tarde passou a fazer parte da Federação Francesa da Costura, do Prêt-à-Porter, dos Costureiros e dos Criadores de Moda.

No total, são cerca de 100 marcas associadas, todas com notoriedade internacional e grandes exportadoras. A Federação tem como principais funções estabelecer o calendário das coleções, definir para quais meios de comunicação serão enviados os convites para assistir aos desfiles, acompanhar a implantação das marcas associadas no mercado estrangeiro e defender os direitos de propriedade intelectual dessas marcas.

No final da década de 1850 todas as pessoas que fabricavam roupa em Paris resolveram constituir uma espécie de Associação da Costura. Com o tempo, a Alta Costura passou a ter vida própria por suas características diferenciadas, sobretudo os conceitos de requinte e unicidade. Em 1910, finalmente ela recebeu a denominação que a identifica até hoje.
Nesta mesma época, quem brilhou foi Paul Poiret, um estilista visionário que criou até logotipo para sua marca e desenvolveu etiquetas para suas criações, conhecidas por abolir a tortura do espartilho da vida das mulheres e explorar a riqueza das cores do Oriente em coleções desejadas por toda a elite européia.
Alguns estilistas de alta costura:
·  Givenchy
·  Christian Dior
·  Jean-Paul Gaultier
· Valentino
·  Giorgio Armani